Fale Conosco

Blog

Choque de Realidade: desvendamos 5 mitos sobre empreendedorismo

Empreendedores gastam toneladas de tempo aprendendo como crescer o seu negócio - mas, poucas vezes, se preocupam se eles deveriam, de fato, empreender.

Na Spin, lidamos com sonhos de empreendedores que buscam por espaços diariamente na conquista de seus mercados por meio de seus negócios. Mas sabemos que essa conquista vem com muito suor e nem sempre a realidade de abrir um negócio próprio está clara para estes empreendedores.

Nesse sentido, listamos aqui os 5 maiores mitos sobre empreendedorismo para quem quer começar essa jornada:

Mitos sobre empreendedorismo sendo desvendados por administrador

1) Você será o seu próprio chefe

Cara, não preciso nem dizer que esse tipo de expectativa é a mais perigosa.

Trabalhar horas e horas na semana, mostrando para todos que estou me dedicando aos projetos e etc, sempre foi uma forma de me sentir recompensado. Mas isso tudo tem um limite e o equilíbrio é essencial para a sua jornada empreendedora.

E por mais que você não tenha um ‘chefe’ e tenha que trabalhar bastante, entenda que o seu bem-estar é prioridade.

Você terá prazos, imprevistos, funções além das funções que você ‘vendeu’, ter que fazer o cruzamento na área e correr para cabecear — muitas vezes para se dedicar a funções que não são operacionais, que não tragam receita diretamente e que são funções sem tanto glamour assim para quem empreende.

Ou seja, você precisará montar uma proposta de trabalho, agendar uma reunião para apresentação, cuidar dos outros clientes atuais e tudo isso sem esquecer de pagar os boletos do mês, a contabilidade, o imposto, atualizar o Facebook, o site e etc.

Resumindo: você terá muito menos liberdade do que você imagina ao mesmo tempo em que o seu nível de responsabilidade deverá ser ainda maior com tudo isso acontecendo ao seu redor.

Quanto mais responsável e disciplinado com as suas obrigações você for, melhor será para você aproveitar a sua liberdade.

E não se esqueça. Nem todo mundo sabe lidar com a liberdade que possui justamente pela dificuldade em saber se organizar.

2) Você fará milhões de receita anualmente

Quem aqui nunca pensou em criar a próxima empresa Unicórnio e faturar bilhões e bilhões por aí?

E admita: você também já teve essa pretensão quando começou a sua empresa.

Não quer dizer que estamos errados,mas precisamos entender que abrir uma empresa e buscar pelo seu crescimento é pensar na geração de valor que ela proporciona. E muitas vezes esse valor não é monetário.

Com o tempo, você vai perceber que o maior valor que você pode construir ao começar um novo negócio é o capital social e os aprendizados que você irá colher durante toda a jornada. Ou seja, todos os seus contatos, suas referências criadas no seu mercado, os convites que você recebeu, algumas reuniões e etc., tudo isso precisa ser tão válido quanto a emissão de uma NF.

Mantenha a ideia da ambição financeira em dia. Mas considere os aprendizados do caminho, as pessoas que você conhece, as oportunidades que chegam até você e como isso pode refletir no seu modelo de negócios e até em você mesmo como pessoa.

Tudo isso irá te ajudar a colocar os seus pequenos desafios e problemas da sua empresa no seu devido contexto.

3) Você terá que fazer muito mais do que aquilo que você gosta de fazer e é bom no que faz

Essa aqui é demais. Eu mesmo sou muito fã desse ponto e tenho inúmeras razões para isso. Acredito que você também tenha os seus, mas particularmente sei o quanto é importante você assumir algumas responsabilidades no início e encarar o mercado com o que você tem e pode fazer, mesmo não sendo o que mais te agrada.

Isso é bem comum quando você começa um novo negócio por meio de uma paixão que você se identifique. A questão é que o seu business crescerá e com ele, as responsas, obrigações, atributos e desafios que farão você fazer menos aquilo que mais gosta para conseguir manter o fluxo do seu negócio.

Lembro que, no início, eu tinha que fazer tudo, muito pelo fato de não ter grana para investir. Coisas como o site, o financeiro, comunicação, a logo, relacionamento e tudo saía das minhas mãos.

Não falo isso para me parecer eficiente, muito pelo contrário. Acredito que, quanto mais pessoas engajadas com a sua empresa estiverem com você, mais sustentável parecerá a sua ideia.

E quando a sua empresa crescer? Aí vem os desafios do fundador: você precisará dedicar tempo a encontrar novas pessoas para te ajudar a manter esse crescimento, de preferência sendo pessoas melhores que você nas áreas que você mais precisa.

E claro, entenda que até mesmo o mais hobby das suas atividades diárias poderá virar um novo negócio caso você se dedique a ele 24h por dia. Então, cuide com essa transição e prepare-se para a maturidade da sua empresa.

Ultimamente, o aspecto mais importante da sua função como fundador da empresa é se preocupar menos com o que você gosta de fazer e se dedicar a construção de time para encorajá-los no dia a dia.

4) Você não tem nada a perder

Essa é mais delicada, mas faz muito sentido. Muitas pessoas empreendem achando que não têm nada a perder, caso a empresa feche no ano seguinte. Entendem que é preciso apenas dançar conforme a música mantendo sempre as suas metas e as suas conquistas para você mesmo.

Mas quando você começa a empreender um novo negócio, você precisa vender! E o resultado é uma exposição gigantesca das suas necessidades e anseios como empreendedor no mercado como um todo.

E se juntarmos a estatística de que 6 em cada 10 empresas fecham antes de completar 5 anos de vida, as nossas chances são ainda menores. Sem contar que há aquelas pessoas que querem que você falhe. No fim, você tem um apanhado de fatores que influenciam no seu próprio orgulho em querer manter a empresa funcionando.

A chave para se manter positivo no meio disso tudo? Ignorar quem não é capaz de somar e busque aprender com os seus erros para que eles não se repitam  — pelo menos não tão cedo.

Alguns empreendedores em série enxergam suas empresas como grandes experiências de aprendizado e não como fracassos. Pense nisso.

Mitos sobre empreendedorismo sendo desvendados por administrador

5) O seu grande sonho irá virar realidade

De todos os itens dessa lista, essa expectativa é a que mais chega perto da realidade de quem tá começando.

Entretanto, é comum superestimar o simples fato de você ir para o seu trabalho e observar como a sua empresa cresce diariamente. Digo, aquilo o que você considerava ser um hobby ou apenas um sonho, meu caro, tá saindo do papel todos os dias e você está vendo isso com os próprios olhos.

Como empreendedor na área de educação, não estou dizendo que é fácil empreender e tampouco seja fácil querer mudar a realidade da educação no nosso país, mas com certeza não é impossível  -  e isso já está provado que não é.

Isso tudo parte desde o momento de você conseguir um novo escritório, maior e mais bonito, fazer uma festa de aniversário da sua empresa e celebrar as conquistas do seu time, ou até mesmo receber um prêmio do seu setor pelo serviço prestado  - ou simplesmente ter clientes felizes com o que você está proporcionando para eles. Isso tudo representa o seu sonho que virou uma realidade.

Melhor do que querer descrever isso, é você poder sentir isso na própria pele.

E isso faz muito sentido: toda vez que alguém vem me agradecer pela oportunidade de consumir um produto da nossa empresa, é porque o seu sonho saiu do papel e o seu ‘salário’ do mês foi quitado da melhor forma possível.

Cara, olha o impacto que você gerou! Sinta-se orgulhoso disso!

Começar um novo negócio é uma aventura muito válida, na minha visão. É um verdadeiro MBA da vida real e faz muito bem para você como ser humano, inclusive. Porém, sabemos que não é tão fácil assim e tampouco servirá para todas as pessoas do planeta.

O que você precisa entender diz respeito a suas próprias motivações e como isso interfere na criação de valores que a sua empresa fará para a sua comunidade.

Até porque, quando você encontra a possibilidade de entregar valor para as pessoas, você acaba sendo muito melhor do que esperava e as consequências serão ainda mais positivas para você no futuro. Pode apostar.

Rodrigo Pacheco Escrito por Rodrigo Pacheco

Head de Educação