Fale Conosco

Blog

Resultado da aceleração: Startup Bee2Share

Bee2Share é uma plataforma digital que traz utilidade e melhor aproveitamento para as máquinas ociosas do mercado industrial. Com base na economia compartilhada, os fundadores conectam empresas e indústrias. Assim, proporcionam o encontro entre a demanda de quem necessita de um equipamento e a oferta de quem tem a máquina disponível.

A Bee2Share conta com um modelo de negócio inovador. As empresas podem se cadastrar gratuitamente para oferecer suas máquinas e serviços. No site, também é possível pesquisar todas as possibilidades no inventário e solicitar cotações. Com esse sistema de aluguel e contratação de equipamentos, a startup ajuda a criar conexões de negócio e a gerar mais receita para as empresas, facilitando o compartilhamento desses ativos.

Os três fundadores da plataforma — Cláudio D’Amato, Derian Campos e Diego Vegini — tiveram a ideia na época em que moraram em Michigan, nos Estados Unidos. Eles identificaram que toda indústria passa pela necessidade de contratação e fornecimento de peças e máquinas.

A startup veio, justamente, para solucionar essa dor do mercado. E faz isso de forma inteligente: sem interferir nas negociações. Basicamente, a empresa interessada escolhe quando usar a plataforma e paga pelo benefício de fazer contato com a companhia detentora das máquinas. Assim como pela maior facilidade para fechar negócios.

Com rápido posicionamento no mercado, a Bee2Share contou com a parceria da aceleradora Spin Exponential Business. Se liga em como foi o processo e o resultado da aceleração!

O resultado da aceleração da startup Bee2Share com a Spin

Em meados de 2017, a startup lançou o projeto piloto. Hoje, ela está no programa de aceleração da Spin. Colhendo rápidos resultados, crescendo em média 25% por mês e com perspectivas muito animadoras de curto, médio e longo prazo.

Como estava antes da aceleração?

Antes de entrar para a aceleradora, a startup Bee2Share estava em fase de operação, com os primeiros clientes da plataforma em momento de validação do projeto. Seus fundadores ainda buscavam posicionamento de mercado e melhor alinhamento do modelo de monetização.

Como está agora?

Atualmente, a Bee2Share já se encontra posicionada no mercado. Com a Spin, a startup entrou em fase acelerada de aquisição de clientes (tração), modelou sua estratégia de monetização. Também, definiu estratégia de go-to-market alinhada à estratégias de growth hacking e já está em discussão com os potenciais investidores.

Os fundadores da startup se interessaram pela Spin devido ao foco na aceleração de startups voltadas à demandas de Indústrias e Grandes Corporações.

O que ganhou?

Na Spin a Bee2Share teve acesso à uma super estrutura física completa, consultorias, coaching e uma ampla rede de contatos e parceiros. Além de contar com tudo isso, a startup ganhou acesso qualificado à rede de mentores, composta por empresários renomados e ampliou seus potenciais clientes.

Também teve acesso a potenciais investidores, escolhidos de maneira assertiva para trazer os melhores resultados dessa parceria. E mais: a startup ganhou visibilidade e exposição nacional e estadual em grandes veículos de imprensa e mídias, trazendo novas perspectivas de crescimento para o negócio.

No que evoluiu?

Com o acompanhamento da aceleradora, a Bee2Share apresentou grande evolução quanto aos valores e à mentalidade focados no crescimento. A capacidade de resiliência e de superação das dificuldades pelas quais toda startup passa foi um dos grandes passos da Bee2Share.

A empresa também evoluiu quanto à capacidade de engajamento do time. E, ainda, desenvolveu a visão das próximas fases de evolução da startup, com melhor planejamento e estratégias.

Gostou de saber mais sobre o processo de aceleração da Bee2Share? Veja também como foi o resultado da aceleração da IoFish.

Benyamin Fard Escrito por Benyamin Fard

CEO da Spin